Conheça a meditação em movimento e por que praticar a modalidade

postado por: Daniel Burd on 20/dez/2018 5:00:00

In meditação em movimento

Quem pensa em meditação, automaticamente imagina uma prática na qual é preciso ficar sentado e imóvel. No entanto, é possível fazer meditação em movimento, que é tão recomendada quanto a tradicional.

Trata-se de fazer meditação durante uma atividade física, para, assim, trazer toda a atenção para o momento presente e integrar a mente e o corpo em movimentos conscientes.

Neste post, falaremos mais profundamente sobre os benefícios dessa prática e daremos exemplos de atividades que representam essa união entre a meditação e o movimento. Acompanhe!

Benefícios de praticar a meditação em movimento

O momento que estamos fazendo uma atividade física é uma oportunidade para colocarmos em prática a atenção plena. Esse estado é o oposto daquele famoso "modo automático", no qual estamos em grande parte das atividades diárias.

O problema é que, no modo automático, não alcançamos o nosso melhor, muito menos estamos conscientes dos movimentos que fazemos. Sendo assim, ao aplicarmos os princípios da meditação em atividades físicas, temos como benefícios:

  • capacidade de atenção e concentração para outras práticas do dia a adia;
  • equilíbrio dos sistemas fisiológicos;
  • serenidade e bem-estar psicológicos;
  • redução de estresse e seus sintomas;
  • reforço do sistema imunológico;
  • superação de limites; e
  • vitalidade.

Sendo assim, confira, agora, duas opções de atividades em que você pode aliar a meditação ao movimento. Vamos lá!

Tai chi chuan 

O tai chi é um ótimo exemplo de prática da meditação em movimento, uma vez que é uma arte de comunhão com a sabedoria da natureza, ou seja, uma busca de integração entre o corpo e o seu meio. 

Comparando-o à meditação, podemos destacar o fato de o corpo e a mente trabalharem juntos, criando apenas um ritmo  fluido e contínuo. São movimentos de recolhimento e expansão, descida e subida, inspiração e expiração. Seus benefícios já foram confirmados por estudos em Harvard.

Para quem duvida do poder desafiador do tai chi chuan, vale destacar que não é nada fácil de se praticar, justamente por exigir que a pessoa se liberte de sua tensão corporal e mental, focando apenas nos movimentos realizados.

Corrida Zen 

Essa modalidade de exercício surgiu a partir de uma metáfora da principal representante da tradição zen budista no Brasil, a Monja Coen Roshi. 

Ao comparar a prática do Zazen (prática meditativa do Zen) a um treinamento de corrida, ela cita elementos comuns às duas atividades, comparando o trajeto de um corredor com as etapas da meditação. Esses elementos são:

  • disciplina diária;
  • paciência;
  • persistência;
  • capacidade de superar a vontade de desistir;
  • cumprir objetivos etc.

Nesse sentido, a Corrida Zen cria condições favoráveis para a prática de todas essas características acima, melhorando a performance na corrida e trazendo esses benefícios para toda a vida.

Ainda segundo a mestre, que é adepta da corrida, correr é meditar em ação.  

A ciência já provou os benefícios da meditação e agora que você se vê diante de mais um tipo de prática meditativa, mais uma possibilidade se abre. Experimente inserir  meditação em movimento na sua rotina e usufrua dos seus benefícios!

Não perca mais tempo! Aproveite a visita para conferir, agora mesmo, 3 dicas práticas para começar a fazer meditação e veja como é bem mais fácil do que você imagina!

Conheça pessoalmente o treinamento para uma vida sem stress:

Garanta sua vaga para o #MIND #MaisFoco #NoStress!

Receba, por email, nossas dicas para mais qualidade de vida com a redução do  stressVocê gostaria de conhecer os diferenciais deste treinamento?

Clientes