Indicadores de estresse: você sabe como eles podem te ajudar?

postado por: Daniel Burd on 7/dez/2017 5:30:00

In indicadores de estresse

Existem alguns sinais que seu corpo e seu estado mental fornecem para indicar estresse no trabalho. Esses indicadores foram descritos por especialistas ao longo das décadas, como o francês Christophe Dejours, uma das principais referências quando falamos em indicadores de estresse no trabalho, além da dupla Hebert Freudenberger e Gail North,  que descrevem os estágios do esgotamento no ambiente de trabalho.

Com base nos trabalhos desenvolvidos por esses importantes pesquisadores, listamos alguns dos principais indicadores do estresse no trabalho. Eles podem ser muito úteis para que você possa identificar a doença e combater o problema ainda no estágio inicial. Confira!

Necessidade de autoafirmação

Um dos primeiros sintomas do estresse é a necessidade autoafirmação. Nessa fase, os profissionais precisam sempre se autoafirmar, comprovando para os colegas e para si mesmos que são muito bons no que fazem.

Dedicação intensificada

Pessoas estressadas têm dificuldade para delegar tarefas. Elas precisam estar à frente de tudo, têm dificuldade para trabalhar em equipe e querem fazer todas as atividades sozinhas.

Descaso com a vida pessoal

Quem sofre de estresse no trabalho dedica seu tempo integralmente para a vida profissional, deixando de lado atividades de lazer com a família e os amigos. Nada além do que acontece na empresa parece ter importância para essas pessoas.

Recalque de conflitos

Nessa etapa, o doente reprime os problemas que surgem em sua vida, ou seja, não os enfrenta, sempre deixa para resolver depois. É nessa fase que alguns problemas físicos começam a aparecer, como insônia, dores de cabeça e queda de cabelo.

Reinterpretação de valores

Na fase de reinterpretação, o que já vinha sendo deixado de lado anteriormente agora é completamente ignorado. As necessidades pessoais do profissional com estresse são negadas e a empresa ocupa 100% de seus pensamentos.

Negação de problemas

Esse é um indicativo de estresse no trabalho. O profissional se torna totalmente intolerante, passa a enxergar os colegas que dedicam um tempo para a vida pessoal como preguiçosos, incompetentes ou desinteressados. É também nessa fase que o estressado pode se tornar agressivo, verbal ou fisicamente.

Recolhimento

Na fase do recolhimento, o estressado reduz ao máximo o contato com outras pessoas e se isola cada vez mais. Essa fase de estresse no trabalho oferece um risco maior, porque é nela que o indivíduo pode recorrer ao álcool ou às drogas como uma solução para os problemas.

Despersonalização

Na despersonalização, o estressado perde totalmente sua identidade e a vida parece não ter mais sentido nenhum. Tudo é encarado de maneira mecânica, como uma máquina que faz sempre os mesmos movimentos.

Depressão

O que antes era esgotamento agora se torna mais grave, configurando em muitos casos um início de depressão. Sintomas depressivos, como a apatia ou a agitação, são costumeiros nesse indicador.

Síndrome do Esgotamento Profissional (Burnout)

O último indicador do estresse no trabalho é a Síndrome do Esgotamento Profissional, também conhecida como Síndrome de Burnout. Trata-se de uma síndrome grave que, se não for tratada, pode levar a tentativas de suicídio. Alguns dos sintomas da Síndrome de Burnout são ansiedade e pânico extremo ao chegar ao local de trabalho, falta de concentração, pessimismo, baixa autoestima, agressividade, lapsos de memória e esgotamento físico e mental.

Agora que você conhece os indicadores de estresse no ambiente de trabalho, pode ajudar os colaboradores da empresa caso identifique algum desses sintomas. Quanto antes for realizado o diagnóstico, mais fácil será a recuperação do indivíduo.

Que tal compartilhar esse artigo em suas redes sociais? Assim, ainda mais pessoas conhecerão os indicadores de estresse e poderão combater esse problema!

Conheça pessoalmente o treinamento para uma vida sem stress:

Garanta sua vaga para o #MIND #MaisFoco #NoStress!

Receba, por email, nossas dicas para mais qualidade de vida com a redução do  stressVocê gostaria de conhecer os diferenciais deste treinamento?

Clientes