Como melhorar a autoestima dos adolescentes através do mindfulness? Confira essas 4 dicas!

postado por: Daniel Burd on 18/out/2018 5:00:00

In como melhorar a autoestima

Por conta das mudanças que ocorrem na adolescência, alguns adolescentes demoram a compreendê-las e a se aceitarem, o que provoca a necessidade de buscar soluções para melhorar a autoestima.

Uma das soluções ainda pouco exploradas com esse público, mas de extremo valor, é a prática do mindfulness. 

A ciência já mostrou que o mindfulness influencia na melhora da autoestima, potencializando talentos e qualidades e, principalmente, diminuindo a autocrítica, para que as pessoas sejam capazes de enxergar suas características positivas.

Vamos dar 4 dicas de como melhorar a autoestima na adolescência com a prática do mindfulness. Veja que dicas são essas!

1. Estimule a autocompaixão

psicologia clínica observa que a autoafirmação é um dos significantes mais determinantes do comportamento humano.

Uma das características marcantes na adolescência é o senso crítico aguçado. Nesse período, o jovem começa a criar as suas próprias percepções de mundo e de si mesmo, sentindo a necessidade de se autoafirmar para as outras pessoas.

Essa característica está ligada ao ambiente externo e às pessoas que o rodeiam, aos familiares e amigos e também está relacionada a si próprio. 

Por isso, surge, então, uma certa fragilidade na autoestima, causada pelo excesso de autocrítica, que deve ser trabalhada e transformada em amor próprio e segurança. 

2. Insira uma nova atividade na rotina 

Uma forma de melhorar a percepção do adolescente sobre si mesmo é demonstrar, pela própria experiência, o quanto ele é capaz de fazer algo.

Sendo assim, as atividades extracurriculares, voltadas para o lazer e o aprendizado de novas habilidades, têm um peso importante para o desenvolvimento da autoestima e da capacidade de ter um estado de atenção plena, voltada para o crescimento.

3. Incentive a prática de esportes e atividades físicas

O esporte ensina uma série de valores essenciais para o amadurecimento. A disciplina que o esporte exige, por exemplo, substitui sermões de professores e familiares, dando lugar a uma experiência real para o adolescente tirar as suas próprias conclusões. 

Se, por exemplo, ele tem uma competição de natação que o motiva muito, automaticamente ele vai aprender a fazer concessões para não perder o foco e alcançar seus objetivos.

É comprovado que a atividade física traz benefícios para a saúde e para a própria vida social do adolescente.

4. Ensine a prática do mindfulness

Em todas as dicas acima, o jovem trabalha a sua capacidade de focar a atenção no momento presente.

Para alcançar essa atenção, é possível usar a respiração, estados meditativos, atividades físicas ou até caminhadas em meio à natureza.

Dessa forma, pensamentos e sentimentos distorcidos sobre si mesmo e sobre uma possível crítica do outro tendem a não paralisá-lo mais, muito menos isolá-lo do convívio social.

A mente humana funciona como uma televisão, na qual há todo o tipo de conteúdo, aqueles bons e outros nem tão bons. Por isso, é importante ensinar o adolescente a identificar pensamentos automáticos, entender que não são positivos e ajudá-lo a seguir em frente.

Mindfulness é uma técnica que consegue desenvolver essa capacidade de não julgamento, ajudando a transcender impressões negativas.

Trata-se de uma solução para quem quer conhecer formas de como melhorar a autoestima durante a adolescência.

O que você achou dessas dicas? Precisa de ajuda para auxiliar adolescentes a adquirirem uma autoestima melhor? Comente aqui embaixo e divida sua experiência conosco. Quem sabe possamos ajudar!

Conheça pessoalmente o treinamento para uma vida sem stress:

Garanta sua vaga para o #MIND #MaisFoco #NoStress!

Receba, por email, nossas dicas para mais qualidade de vida com a redução do  stressVocê gostaria de conhecer os diferenciais deste treinamento?

Clientes