Saiba como reduzir as principais doenças ocupacionais com meditação

Trabalhar em cargos importantes de grandes corporações traz realização pessoal e profissional. Mas você sabia que o ritmo de trabalho intenso, a busca por resultados imediatos e de alto nível, prazos pouco flexíveis e tantos outros fatores do tipo podem provocar doenças ocupacionais?

As doenças ocupacionais são doenças relacionadas ao trabalho, que decorrem, necessariamente, do exercício de uma profissão e que afetam a saúde do trabalhador. Dentre os tipos de doenças ocupacionais, um dos mais frequentes é a doença ocupacional psicossocial.

Aliás, o estresse, a ansiedade e a depressão — que se enquadram nessa categoria — estão entre as principais causas de afastamento do trabalho.

Por isso, no post de hoje nós vamos te mostrar como a meditação ajuda a reverter esse quadro, melhorando a disposição de seus colaboradores e reduzindo sua abstenção em decorrência das doenças ocupacionais.

Confira:

In doenças ocupacionais

Pequenas fatias de alegria: a técnica que ajuda a criar hábitos e a ser mais feliz

Sabe quando você chega cansado do trabalho e toma um banho relaxante?

A sensação de prazer é imensa, não é mesmo? Pois o reconhecimento desses pequenos momentos de alegria é um dos pontos da técnica de meditação, conhecida no Brasil como atenção plena, criada por Chade-Mang Tan, ex-engenheiro do Google.

Ele se tornou conhecido após ministrar aulas de Mindfulness aos funcionários da empresa.

Criar hábitos que ajudam a reconhecer as atitudes simples do dia, transformando-as em extraordinárias — eis a premissa do método que contribui com o aumento da produtividade e com a queda nos níveis de estresse.

In criar hábitos

Meditação Corporativa: como estabelecer esse hábito em grupo?

Você conhece a meditação corporativa? Sabe como ela pode ajudar a melhorar o desempenho das suas equipes e a qualidade de vida no trabalho?

Meditação, ao contrário do que se pensa, não se trata de apenas esvaziar a mente. A meditação corporativa é um método para treinar a mente para aprimorar a sua capacidade de foco.

Interessado por esse assunto? Entenda tudo o que você precisa para estabelecer esse hábito em grupos de trabalho!

In meditação corporativa

Tudo o que você precisa saber sobre o estresse

Muito falado, mas pouco realmente conhecido, o estresse é uma doença relacionada a problemas pessoais, profissionais e cotidianos. Essas dificuldades podem atingir todas as pessoas, porém, o estresse emocional é ocasionado pela forma como o indivíduo lida com tais adversidades.

In causas e efeitos do estresse

Você sabe o que é burnout? Conheça a síndrome do esgotamento profissional

O ritmo de trabalho atual de muitos profissionais é ditado por um mercado cada vez mais exigente e competitivo. O estresse e a tensão gerados no ambiente corporativo podem colocar em risco a saúde física e mental do trabalhador. A consequência de uma rotina exaustiva e estressante, que provoca o esgotamento do corpo e da mente em níveis máximos, tem nome: síndrome de burnout.

A síndrome de burnout foi descrita pela primeira vez em 1974 pelo médico americano Freudenberger. Também conhecida como síndrome do esgotamento profissional, ela é um distúrbio psíquico grave provocado pelo estresse crônico e desgaste no ambiente de trabalho.

Continue a leitura e saiba mais sobre esta síndrome que já atinge 30% dos trabalhadores brasileiros.

Sintomas

Muitos dos sintomas podem ser confundidos com estresse ou outras doenças. Por não ter um diagnóstico preciso, é necessário ficar atento aos sinais. Confira os principais sintomas da síndrome:

Exaustão

O corpo e a mente da pessoa dão sinais de que estão no vermelho e não aguentam mais. Portanto, ela não tem mais energia para realizar suas atividades diárias. É comum apresentar dores de cabeça frequentes, sensação de fraqueza, distúrbios do sono, dores musculares, náuseas.

Mudanças de comportamento 

Quem apresenta o quadro da síndrome de burnout tende a se distanciar dos colegas de trabalho, ter aversão a reuniões e diálogos e se torna cada vez mais negativa. Também é comum apresentar mudanças bruscas de humor, com muitos períodos de irritação e ansiedade.

Dificuldade de realizar tarefas no trabalho

A síndrome afeta a capacidade de realizar tarefas, refletindo em queda de produtividade, irritabilidade, falta de motivação, procrastinação e dificuldade de concentração.

Diagnóstico

O diagnóstico da burnout deve avaliar o histórico do paciente no ambiente de trabalho. Por ser facilmente confundida com depressão, é preciso procurar um especialista e fazer exames psicológicos para identificar a síndrome.

Prevenção e tratamento

É preciso ficar atento para que seu trabalho não desgaste sua saúde física e mental. Para isso, você pode ter algumas ações para evitar a síndrome:

  • avalie se suas condições de trabalho estão afetando seu bem-estar físico e mental;
  • faça atividades físicas ao menos três vezes por semana;
  • mantenha uma alimentação saudável e uma rotina de sono adequada;
  • tire um tempo para fazer coisas de que você gosta, como ler, ir ao cinema, sair com amigos;
  • procure manter uma relação amigável com seu chefe e colegas de trabalho.

Caso você já esteja em um estágio de estresse e esgotamento muito alto e for diagnosticado com a burnout, o mais recomendado é procurar ajuda psicológica com um profissional. O tratamento é feito por meio de psicoterapia e uso de antidepressivos. Contudo, atividade física, meditação e formas de relaxamento são poderosas aliadas no combate à síndrome.

A burnout é uma síndrome que está deixando cada vez mais profissionais incapacitados para trabalhar em todo o mundo. É preciso colocar sua saúde antes do seu trabalho para que, assim, você consiga se realizar pessoal e profissionalmente. É muito mais fácil se tornar um profissional de sucesso quando seu corpo e sua mente estão sãos!

Gostou das nossas dicas? Entre em nosso site e assine nossa newsletter para receber mais conteúdos sobre saúde e bem-estar!

In burnout

5 aplicativos que podem ajudar na meditação

Quando usada nas doses corretas, a tecnologia pode ser uma grande aliada de todas as pessoas, inclusive na hora da meditação. Por mais contraditório que possa parecer, seu smartphone pode, sim, te ajudar a reprogramar a mente e a relaxar com alguns aplicativos de meditação.

In aplicativos de meditação

4 tipos de personalidades tóxicas que podem lhe causar estresse

O mundo corporativo é exigente e competitivo. Por isso, é preciso se dedicar ao trabalho e investir em diferentes capacitações para conseguir alcançar seus objetivos.

Para complicar, existem pessoas ao nosso redor que causam estresse e esgotamento mental. São aquelas que possuem as denominadas personalidades tóxicas.

O psicólogo clínico Albert J. Bernstein define esse tipo de pessoa como sedutora. A princípio, parece não dar motivos para preocupação. Entretanto, por meio da influência, levam os outros à exaustão física e mental. 

Existem diferentes tipos de personalidades tóxicas. Conheça as principais e saiba o que fazer para se proteger delas:

1. O passivo-agressivo

São aquelas pessoas que agridem com um sorriso no rosto ou demasiada preocupação. Ou seja, são agressivos, mas conseguem atingir o outro de forma camuflada.

Não se consegue perceber as suas reais intenções. Assim, cria-se uma relação de dependência com o agressor, por você achar que ele age para o seu bem.

Por isso, tentar se desvencilhar dessas pessoas não é fácil. Você fica tomado por um sentimento de culpa por estar se afastando de alguém que supostamente quer o seu bem.

2. O narcisista 

São pessoas inteligentes que normalmente se destacam e podem até mesmo ser de fácil convivência, desde que você não seja uma ameaça à posição de centro das atenções. 

São egocêntricos e têm a necessidade de serem admirados. O problema começa quando você se destaca no trabalho. Esse é o momento em que eles agem: tentam menosprezar e criticam de forma exagerada. Tudo isso na tentativa de proteger o ilusório posto de único destaque.

3. O furioso

São aqueles tomados por uma ira sem motivo: estão sempre envolvidos em confusões ou criticando a tudo e a todos. Conviver com esse tipo de personalidade tóxica é muito complicado, principalmente quando você tem que encará-la diretamente. 

Por serem imprevisíveis, não se sabe quando qualquer coisa despertará sua fúria. Esse tipo de ambiente causa um grande nível de estresse e tensão.

4. O invejoso e fofoqueiro

Essa é uma das personalidades tóxicas que mais causam estresse e também são muito comuns em ambientes corporativos. São pessoas que sentem prazer em criar intrigas entre os colegas de trabalho.

Essas pessoas agem dessa forma como uma tentativa de esconder as próprias falhas e limitações ao colocar o foco sobre os outros  mesmo que, para isso, tenham que lançar mão de críticas e comentários infundados.

Não se deixe afetar por personalidades tóxicas

São diversos tipos de pessoas tóxicas que estão ao nosso redor. Não há como fugir delas em vários momentos, principalmente quando se trata do ambiente de trabalho.

O que se pode fazer é investir em estratégias que ajudarão você a não deixar se afetar por situações que causam estresse.

Hoje existem ferramentas reconhecidas para lidar com o estresse no ambiente corporativo. Entre as mais efetivas está o mindfulness, técnica de meditação para grupos corporativos.

Essa técnica envolve uma conexão entre o corpo e mente que ajuda a observar melhor emoções e padrões comportamentais. Consequentemente, a viver focado no presente da melhor maneira possível, seja diante de vivências prazerosa ou não.

Essa é uma técnica que alia redução do estresse, melhor discernimento para lidar com personalidades tóxicas e aumento da produtividade da equipe.

Agora que você já sabe como identificar as pessoas com personalidade tóxicas e onde buscar as ferramentas para lidar com elas, compartilhe suas experiências sobre esse assunto nos comentários!

In personalidades tóxicas

A importância da gentileza no ambiente organizacional

Quem nunca ouviu a máxima "gentileza gera gentileza", não é mesmo? E essa não é uma frase vazia e sem significado. Ser gentil e conviver com pessoas gentis descontrai, deixa o clima mais leve e melhora humor. Por isso, a gentileza no ambiente organizacional é também muito importante e pode ainda ajudar o profissional a alcançar melhores resultados. 

In gentileza no ambiente organizacional

Ginástica laboral ou meditação: qual a melhor opção para empresas?

O excesso de trabalho, a rotina exaustiva e tantos outros fatores do ambiente corporativo podem levar o profissional a desenvolver estresse e problemas de saúde físicos e mentais, que ocasionam queda na produtividade ou até mesmo afastamento do trabalho.

Para evitar que os colaboradores cheguem a este estado, algumas práticas ajudam a diminuir a exaustão e a aumentar o rendimento. Entre elas, destacam-se a ginástica laboral e a meditação. Ambas as técnicas possuem pesquisas e resultados comprovados quando o assunto é bem-estar no trabalho.

Fique conosco e saiba o que a ginástica laboral e a meditação podem fazer por você!

Os benefícios da ginástica laboral

A ginástica laboral consiste em técnicas de alongamento, exercícios físicos, correção da postura, respiração e controle corporal que promovem bem-estar físico e mental. É uma das modalidades mais usadas nas empresas que investem em ações de qualidade de vida no ambiente laboral. Conheça alguns benefícios desta prática:

Aumenta a produtividade

Fazer um intervalo durante o expediente e realizar alongamento e exercícios físicos relaxa o organismo, energizando o corpo e a mente para a execução de tarefas. Consequentemente, há melhora na produtividade e nos resultados do profissional.

Minimiza o estresse

Por meio dos alongamentos, a ginástica laboral é capaz de aliviar dores e diminuir a sensação de desgaste e tensão. A técnica também utiliza formas de promover a interação entre os colegas de trabalho para criar um ambiente mais amigável. Esses fatores são capazes de aumentar o desempenho e reduzir, significativamente, os níveis de estresse.

Reduz o cansaço e o sedentarismo

Ao relaxar a musculatura e melhorar o condicionamento físico, a ginástica laboral auxilia no combate ao cansaço e traz mais vitalidade ao nosso organismo. Com mais disposição, somos capazes de nos concentrar melhor no trabalho a ser realizado.

Além disso, a ginástica laboral melhora a circulação sanguínea, fornece mais nutrientes aos tecidos e promove maior movimentação da musculatura, reduzindo o sedentarismo e risco de doenças ligadas ao tempo que passamos sentados sem nos exercitar, como diabetes e infarto.

As vantagens da meditação

A meditação no ambiente de trabalho procura treinar a mente para ser capaz de aprimorar sua capacidade de foco. A prática consiste, sobretudo, em exercícios mentais, técnicas de respiração e controle corporal. Confira como ela pode contribuir com seu dia a dia profissional:

Ajuda a ter mais foco

Quando estamos muito irritados, a tendência é criar uma espécie de bloqueio que dificulta nosso processo criativo. A prática da meditação proporciona relaxamento mental e nos ajuda a ter mais foco no trabalho, permitindo tomar decisões melhores, aumentar nossa criatividade, concentração e produtividade.

Melhora a inteligência emocional

Profissionais que sofrem de estresse e problemas relacionados ao trabalho têm sua inteligência emocional afetada e podem até mesmo desenvolver depressão. A meditação ajuda a treinar e acalmar a mente, eliminando atitudes e pensamentos negativos. Com a mente limpa, somos capazes de aumentar nossa inteligência emocional, tornando-nos mais centrados e aptos a desenvolver nosso trabalho.

Alivia o estresse

O estresse é um dos grandes vilões para a queda da produtividade. Com a meditação, o corpo e a mente entram em equilíbrio, promovendo uma sensação de relaxamento e bem-estar. Isso ajuda a reduzir os níveis de estresse e aumentar a eficácia para a execução das atividades.

Como você pode conferir, a ginástica laboral e a meditação são práticas que ajudam a controlar o estado físico e mental e promover o bem-estar do nosso organismo. Profissionais com corpo e mente mais saudáveis tendem a ser mais produtivos e trazer mais resultados para a empresa.

Gostou das nossas dicas? Entre em contato conosco e saiba como podemos ajudar você e sua empresa.

In meditação, meditação corporativa, ginástica laboral, aumento da produtividade em empresas

Como fortalecer o sistema imunológico com a meditação?

A meditação é uma técnica milenar, capaz de elevar os níveis de concentração e atingir um grau de relaxamento corporal bastante satisfatório. Além disso, a prática pode também fortalecer o sistema imunológico do corpo humano.

Um dos grandes inimigos do bom funcionamento do corpo é o stress, um mal que acomete a sociedade cada vez mais, geralmente causado por problemas como altas cargas de trabalho e grandes responsabilidades.

Este post mostrará detalhadamente como a meditação pode contribuir diretamente para a melhora do funcionamento do sistema imunológico, preservando a saúde e a qualidade de vida. Confira!

In fortalecer o sistema imunológico