Daniel Burd

Daniel Burd
Daniel Burd (daniel.burd@calldaniel.com.br) Coach, Instrutor e Palestrante. Estudou Física na Universidade de São Paulo, autor de livros e apaixonado por Produtividade. É certificado na metodologia 6Ds para desenho de treinamentos e também na metodologia ROI (analise do retorno sobre investimento em treinamentos) onde foi capacitado pelo próprio Jack Phillips fundador do ROI Institute. Foi o primeiro certificado da David Allen no Brasil na metodologia GTD. Pelo sucesso de seus treinamentos, foi convidado para expandir suas fronteiras treinando profissionais em boa parte do mundo (África do Sul, Singapura, China, Europa, EUA, Canadá e vários países da América do Sul).
encontre-me aqui:

Novidades

Mindfulness: veja como esse método auxilia na redução da ansiedade!

O mindfulness, resumido como a capacidade de focar no momento presente, tem chamado a atenção de diversos pesquisadores. O motivo disso é a qualidade dos resultados obtidos por quem realiza essa prática diariamente.

Segundo a pesquisa do Professor John Durocher, da Michigan Technological University, uma hora por dia traz benefícios incríveis e pode revolucionar a vida dos praticantes. O principal deles é a redução da ansiedade, um mal compartilhado pela grande maioria das pessoas, ainda mais com um dia a dia cada vez mais turbulento.

Mas como o mindfulness ajuda nisso? É o que você vai descobrir com este artigo. Boa leitura!

Promove a mudança de atitude

A mudança de atitude é uma das principais vantagens do mindfulness, e não falamos de uma simples alteração no comportamento, mas sim de uma mudança radical. Quando prestamos mais atenção em tudo ao nosso redor, fica mais fácil perceber os nossos erros e acertos.

Diante disso, uma nova postura é consequência e acontece de forma quase automática para quem pratica o mindfulness com regularidade. Melhorar a sua posição diante dos fatos traz mais forças para encará-los e, a partir disso, encontrar soluções.

Melhora a qualidade de vida

Se ampliarmos os benefícios do tópico anterior, vemos que melhorar a atitude acarreta em algo muito mais significativo: uma mudança de vida. Quem não gostaria de controlar a ansiedade e o estresse e, assim, ter menos preocupações no dia a dia? Nesse ponto o mindfulness ajuda muito. Por mais simples que a prática seja, os resultados poderosos justificam o porquê de tanta atenção para essa técnica.

Um grande erro cometido por quem tem o primeiro contato com o mindfulness é considerar perda de tempo a dedicação de um momento diário para praticá-lo. Pelo contrário, a sequência da prática mostrará um ganho de tempo na verdade.

Com a redução do estresse e da ansiedade, a produtividade aumenta e permite fazer mais em menos tempo. Portanto, investir um momento diário para a prática do mindfulness é benéfico em todos os sentidos e vale a pena ser feito para quem deseja uma performance melhor.

Ajuda a ser mais consciente

Quantas coisas passam e não percebemos? É comum essa sensação de achar que o tempo passa rápido. Parte dela pode ser explicada pelo fato de estarmos inconscientes durante a maior parte do tempo. Ou seja, não conseguirmos observar ativamente as experiências vividas. 

Com o mindfulness, isso muda. Afinal, ele ajuda o praticante a se tornar um observador mais ativo. Os resultados melhoram com a prática e, por isso, é tão importante valorizar a sequência para o mindfulness ser, acima de uma atividade, um estilo de vida.

Afasta a pressão alta

A pressão alta, em muitos casos, surge como consequência do estresse. Como o mindfulness reduz esse sentimento e também a ansiedade, acaba naturalmente por afastar a pressão alta.

Além disso, a prática também auxilia para afastar e minimizar outras doenças, como câncer, derrame, depressão, insônia e cardiovasculares. Isso porque todas elas podem surgir com a falta de gerenciamento do estresse.

Conforme um estudo feito pelo Professor David Creswell, da Universidade Carnegie Mellon, a redução do estresse ocorre por aumentar a atividade do córtex pré-frontal e melhorar os níveis de consciência. As atividades na amígdala, cíngulo anterior do córtex e hipotálamos, todos responsáveis por ativar respostas ao estresse, são diminuídas. Dessa forma, o sentimento pode ser melhor gerenciado.

Todos os benefícios aqui apresentados mostram por que o mindfulness é tão procurado, praticado e elogiado atualmente. A prática diária funciona como um portal para ganharmos uma qualidade de vida inimaginável. Basta ter disciplina para fazer dela uma atividade constante no seu cotidiano.

E como seria se você aprendesse essa prática ainda hoje? É o que o Programa Mind oferece. Entre em contato conosco e descubra mais sobre esse incrível método!

In mindfulness

Músicas para ouvir no trabalho: veja 4 opções inspiradoras

A rotina corporativa muitas vezes é intensa e costuma provocar certo nível de cansaço físico e mental nos membros da equipe. Uma forma eficiente de combater os efeitos do estresse, sem prejudicar a produtividade, é ouvir música durante o trabalho.

São inúmeros os benefícios dessa prática. Trabalhar ouvindo música aumenta a concentração, diminui a fadiga e gera uma atmosfera de bem-estar. Por certo, não seria qualquer opção musical que reuniria tantas vantagens. Melodias agitadas demais, tanto quanto aquelas mais monótonas, poderão ser escolhas ruins e prejudicar a performance dos colaboradores.

Então, qual o melhor tipo de música para ouvir no trabalho? Reunimos aqui 4 ideias inspiradoras. Leia o texto e saiba mais!

1. Comece seu dia com entusiasmo

Para dar início à sua rotina com bastante animação, opte por músicas alegres que gerem empolgação para o dia. Bom humor e um sorriso contagiante são a melhor forma de criar uma atmosfera positiva no seu ambiente de trabalho.

Algumas opções são: Happy, de Pharrel Willians; Smile, de Lilly Alen; The pretender, da banda Foo Fighters, entre outras que apresentam uma batida animada, assim como mensagens positivas. É cientificamente comprovado que a música tem a capacidade de mudar o estado de ânimo dos seres humanos. Portanto, se o objetivo é gerar bem-estar, as canções depressivas ou que lembrem momentos ruins devem ser evitadas.

2. Estimule sua criatividade

Situações que exigem a solução de um problema complexo ou o bom uso da criatividade podem ser mais bem administradas na companhia de uma boa música. Entretanto, para que o som possa realmente estimular a capacidade criativa, e não ser um fator de distração, é importante que reúna algumas características.

Em primeiro lugar, é melhor evitar músicas que o ouvinte conheça muito bem, ou que lembrem situações específicas de sua vida. Portanto, a playlist preferida não é a melhor opção nessa circunstância. Música boa para ouvir no trabalho é aquela que estimula o pensamento, não incomoda, e tem relação com o tipo de função que o colaborador precisa desempenhar, mas sem tirar seu foco. Por isso, as melodias instrumentais, como jazz, artistas eruditos, new age e house music podem ser ótimas seleções.

3. Tente abrandar os locais tumultuados

Se o ambiente laboral é muito tumultuado e barulhento, pode ser que a capacidade de concentração da equipe fique bastante prejudicada, gerando até mesmo um certo mal-estar ou incômodos para quem exerce suas atividades no lugar. Nesses casos, a música pode ser uma ótima forma de se desligar do mundo e evitar o estresse e os burburinhos. 

Usar fones de ouvido é uma boa proposta. Assim, cada um pode ouvir o que desejar, sem invadir o espaço alheio. Uma boa dica é evitar músicas nacionais: prestar atenção no que diz a letra pode distrair bastante. A música No roots, de Alice Merton, poderá ser bem conveniente, assim como as canções de animes e trilhas sonoras de filmes.

4. Aposte em sons relaxantes para os intervalos   

Se o dia está sendo mais estressante que o normal, pode ser uma boa opção tirar alguns minutos de pausa para meditar e se recompor. Sons da natureza, assim como mantras e melodias específicas para a meditação conseguem fazer muito bem.

Ao se concentrar nesse tipo de som, o indivíduo pode aliviar os estados de estresse e desânimo, fazendo com que a mente relaxe e esteja pronta para o desafio seguinte. É bom fechar os olhos e se deixar levar. As meditações guiadas também são excelentes para isso.

A música para ouvir no trabalho deve ser condizente com as tarefas que o colaborador precisa executar e criar uma atmosfera favorável à execução daquelas funções. Evite sons muito agressivos se o dia está estressante ou músicas que lembrem alguma situação difícil da vida.

É importante ainda lembrar-se de respeitar o espaço alheio. Portanto, som alto não é uma iniciativa interessante. Quando quiser ter um pouco mais de volume, desde que respeitando sua saúde auditiva, dê preferência para os fones de ouvido.

Gostou deste post? Continue com a gente e saiba mais sobre cansaço mental.

In música para ouvir no trabalho

Conheça a meditação em movimento e por que praticar a modalidade

Quem pensa em meditação, automaticamente imagina uma prática na qual é preciso ficar sentado e imóvel. No entanto, é possível fazer meditação em movimento, que é tão recomendada quanto a tradicional.

In meditação em movimento

Por que implementar a liderança consciente nas organizações?

Lideranças têm um papel significativo no progresso das empresas. São elas que elaboram seus planos e suas metas para o futuro, além de serem as maiores responsáveis pelo sucesso ou não do grupo.

Visando a um reconhecimento de organização bem-sucedida, é comum que as características de maior valor aos líderes sejam a objetividade, a eficiência e a produtividade. No entanto, para o êxito de qualquer empresa, é essencial pensar muito além disso.

In liderança consciente

Quer saber como o método mindfulness auxilia no emagrecimento?

O método mindfulness, ou atenção plena, consiste em garantir a máxima concentração no presente. Não se trata de se livrar de pensamentos, mas sim de dar foco máximo ao que acontece agora. Como resultado, ele muda o jeito como o cérebro funciona em vários aspectos.

In método mindfulness

Mindfulness para crianças: conheça 4 práticas que ajudam os pequenos a lidarem com as emoções

A meditação traz benefícios comprovados para o corpo e a mente. Entre os diferentes tipos, o mindfulness, também conhecido como atenção plena, se volta para o controle de emoções e reações, além de pensar em uma experiência presente. Suas vantagens não se limitam ao universo adulto. Segundo Katherine Weare, professora emérita das Universidades de Exeter e Southampton, os exercícios de mindfulness para crianças também beneficiam os pequenos.

A atenção plena ajuda as crianças a exercitarem a empatia, a calma e o controle das emoções. Além disso, favorece o autoconhecimento e desenvolvimento emocional em vários aspectos.

Para começar a colocar tudo isso em prática, veja 4 exercícios de mindfulness para crianças, extraídos da revista on-line Mindful, e aprenda a executá-los.

In mindfulness para crianças

Você consegue encontrar propósito no trabalho? Aprenda como é possível!

Por que você acorda cedo e vai para o emprego? O que o motiva na segunda-feira pela manhã? Por que você faz o que faz? Se a sua resposta inclui apenas a necessidade e as contas a pagar, falta propósito no trabalho. Afinal, para se manter motivado, é preciso ter razões fortes para seguir na carreira.

Ao encontrar esse elemento, é possível diminuir o estresse, melhorar o bem-estar e a satisfação. Não se trata de ser sempre feliz, mas, sim, de ter bons motivos para continuar. Nessa busca, a meditação mindfulness é de grande ajuda.

Na sequência, descubra como encontrar o propósito no trabalho com o auxílio da atenção plena e melhore os seus resultados.

In propósito no trabalho

Entenda como a meditação muda o cérebro

Meditar é um ato com reflexos positivos no organismo. Além de ajudar a diminuir o estresse, aumenta a consciência e estabelece o foco pleno. Isso gera transformações no cotidiano, na produtividade e até na forma de realizar tarefas. Mas, você sabe como a meditação muda o cérebro?

A prática direcionada e consistente é capaz de gerar alterações que já foram comprovadas pela ciência. Todas ajudam o sistema a trabalhar melhor, o que faz com que o organismo entre em equilíbrio em diversos aspectos.

Para descobrir como essas transformações acontecem, veja como a meditação muda o cérebro e entenda os impactos benéficos. Vamos lá?

In como a meditação muda o cérebro